Translate

domingo, 6 de janeiro de 2013

Como funciona o sistema de voluntariado para o SETI (Institudo de Pesquisa por Vida Inteligênte)

   


Para quem se interessa pelo tema da inteligência extraterrestre e gostaria de prestar um serviço de voluntariado aqui esta uma boa opção, o Instituto de Pesquisa de Vida Inteligênte, isso é o famoso Instituto SETI que é sediado na cidade de Mountain View no Estado da Califórnia EUA.
O Instituto SETI é o maior instituto do mundo nessa modalidade e atua nessa área a mais de 50 anos e usa como o seu principal método de pesquisa a captação de sinais de ondas de rádio que representa a forma de transmissão mais rápida conhecida.
O Instituto também possui o único radiotelescópio da terra com potencia suficiente para detectar sinais de vida inteligênte fora da Terra e o maior radiotelescópio utilizado atualmente fica em Arecibo em Porto Rico e tem uma parabólica móvel com 300 metros de diâmetro.
Ele tem uma plataforma móvel que fica suspenso a 220 metros acima do centro da concha e movendo a antena pode se direcionar o telescópio para qualquer ponto do céu que vai do Equador ate 38 graus norte.
O telescópio não forma imagem como as que vemos nos telescópios ópticos e funciona como um microfone direcional permitindo que seja detectados sinais muito muito fracos.
O projeto é feito com base em pesquisas utilizando dados coletados e dividindo-os em pequenos trechos que podem ser analisados em simples computadores pessoais e para isso o projeto conta com a participação voluntariado de internautas que emprestam o tempo de processamento de seus computadores para a analise desses sinais de rádio.
O programa de voluntariado do SETI conta centenas de milhares de voluntários em todo o mundo e para participar basta acessar o web site do Instituto SETI ( www.setilive.org ) e se cadastrar, fazer o download do programa gratuitamente e seguir as instruções




   Jill Tarder é um dos astrônomos que chefiam o Instituto SETI e ele explica que eles pedem ajuda de  pessoas interessadas em prestar serviço voluntario porque hà muitas possíveis evidencias em um amplo espaço analizado, e o algaritimo altomatizado de que o instituto dispõe  não dá conta de analisar uma área tão vasta, e denominam os voluntários como cidadãos cientistas. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário